sexta-feira, outubro 10, 2008

Proibido spittar!


Sei que estou em falta há muito tempo, assim queria deixar uma recado aos meus veneráveis comentadores que não abandonei a blogosfera (por enquanto) apenas estou em stand-by (palavra tão bonita de se escrever) bastante apreensiva com esta crise financeira, a fragilidade dos bancos… etc… etc… e f*da-se para isto!
A falta de tempo habitual não tem ajudado nada até para ir à “casinha” tem que ser às prestações!


Estes dias tive que me dirigir a uma entidade pública que gosto tanto. Sempre que me falem em Repartições de Finanças, Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia, CTT, Segurança Social, Centros de saúde e afins até me vêm as lágrimas aos olhos… dá gosto ver os funcionários públicos empenhados nas suas tarefas à velocidade da luz, sempre sorridentes, sempre prontos para ajudar o próximo, com um tremendo profissionalismo cujas conversas paralelas são sempre no âmbito do trabalho… uma emoção!

Bom, lá estava eu toda contente à espera da minha vez assim como um aglomerado significativo de pessoas. Não me fiz rogada e aproveitei um lugar entretanto vago para me sentar… quando vi o assento que parecia ser azul de origem com manchas que variavam entre o preto e o cinzento ainda hesitei mas sabendo que iria ficar 2 horas à espera, tive pena das minhas perninhas e num acto de coragem lá sentei-me valentemente. Confesso, foi difícil!

Entretanto para não fugir à regra e porque as tradições são para se manterem, enquanto alguns funcionários passeavam os papeis e davam uma de prosa para deleite de quem esperava, outros davam uma fugida para o café da esquina não fossem as tensões baixarem de tanto trabalho árduo.

Nesse tempo de espera que durou cerca de 140 minutos, tive a oportunidade de rogar pragas à torto e à direito, sim, pronto, admito, sou impaciente… fazer o quê? Bom, nesse espaço de tempo, além de chamar nomes de animais aos funcionários, tive tempo de observar o meio ambiente qual National Nojeiric.
Além das coçadelas na tomatada, das limpezas às fossas nasais e ouvidos com a unhaca mais saliente, dos toques rascas dos telemóveis (tudo normalíssimo), reparei que sempre que alguém tossia, desencadeava-se uma onda de tosse igual aos roncos como que a desentalar os escarros da garganta… um mimo!

No entanto, o culminar desta orquestra sinfónica aconteceu quando entrou um sujeito com aspecto duvidoso que se sentou mesmo em frente ao meu campo de visão. Pegou no jornal e começou a festa. O que julgava serem espirros afinal era tosse compulsiva. Nada significativo não fosse em cada final de ataque de tosse ele cuspir literalmente o escarro esverdeado para algo que parecia ser um lenço de papel. Rrrrrrptahh!
Ora conforme ele ia tossindo, eu contorcia-me toda, tapava os ouvidos e tentava abster-me daquela imagem repugnante… mesmo repugnante!
Era eu a chorar das convulsões provocadas pela sensação de vómito pois por mais que me esforçasse, acabava por ter que ver o circo. O sujeito babava-se, falhava ao cuspir os escarros no lenço caindo na roupa e jornal… prooooonto vou dispensar os pormenores mais sórdidos (desmancha-prazeres!!).
Desesperada tapava a cara com os meus papeis, recostava-me na cadeira  e rezava para que lhe desse uma caganeira… até que chegou a minha vez.
Levantei-me com pujança, calquei a minha saia comprida e consequentemente fiz figura de lanzuda. Claro!


36 comentários:

Francis disse...

E não podias ir dar uma volta ?
Caramba, com tanto tempo de espera, isso foi curiosidade mórbida...só pode.

Silvia F. disse...

Francis

Já tinha tirado o ticket e dado uma volta 1 hora antes... não sabes como funciona a função pública? Há sempre a hipótese remota de atenderem rapidamente...sim, ainda acredito no Pai Natal!

Leo disse...

.............. --------- .................

Nuno disse...

Olá! bem disposta e recuperada das horas que ficaste á espera? E se mais tempo ficasses á espera, ainda vias mais alguma coisa... beijos e um bom fim de semana para ti!

Sandra disse...

:))

pó caraiho q os floda memo amô, rais parte os gajos!!

mazómenos esse inda escarrava (blhackkkkkkk) pó lencinho, agora imagina os q o fazem pó xão...num é bom nim lembrar :& (smile enjoado)

uélcóme béke minha sundey de cobertura extra de xiculate :))

veijokaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas

António Sabão disse...

Fora os escarros do marmanjo até que tiveste muita sorte! :)
Uma vez estive numa companhia de seguros (privada) e demorei apenas umas três horitas a ser atendido! Como desisti do seguro fui lá buscar guita do reembolso! Eram mais que as mães e escarros era mato!
Beijinhos e bom fim de semana!

António Sabão disse...

O boneco parece que está a vomitar! LOL

Paulo disse...

Dear Silvia,

Não me lembro de quando é que foi a ultima vez que li algo que me fez rir até doer'me a barriga. Eu quando tive nos Açores este ano, tive que ir á CGD e enquanto esperava a minha vez, presenciei uma das cenas que descreveste. O coçar dos ouviods com o dedo mindinho com a tal unha grande.YUKS.

kisses
Paulo

Capitão Merda disse...

Andas a tornar-te uma espécie de Torquemada do funcionalismo público, Sílvia!

;)

Vício disse...

no meio duma história tão interessante tu vens falar da tua saia descaida?

António Sabão disse...

Fiz uma interpretação deste teu post em forma de poema no cartoonices! Prepara o chicote estou preparado pra tudo! eheheheheh

Jinhos

Silvia F. disse...

Leo,

Ha!

Silvia F. disse...

Nuno,

Ver mais alguma coisa? Arghhh!
Recuperada pois, pronta mais mais! ;))
Obrigada e boa semana

Beijos

Silvia F. disse...

Sandra,

Pó caraiho q os floda, é isso mesmo!
Realmente só faltava escarrar para o chão mas num recinto cheio de gente duvido que o fizesse... acho.
Cá nojo!
Resolveste alguma coisa sobre aquele assunto amori mio?

Beijossss de amô :)))))

Silvia F. disse...

António,

Ficar 3 horas à espera de ser atendido numa seguradora é puro masoquismo. Admite que ficaste lá a ver as vistas! Hihihihihi

E pronto, lá tinhas que ver um defeito no boneco hehehehe

Beijo grande

Silvia F. disse...

Paulo,

Tão bom te ver por cá :))
Está tudo dito, sabes bem do que falo hehehehehe. No país do Tio Sam não há disto? Pfff, deprimente ;P

Olha mas tu chegaste a enviar-me um email ou também foi parar à 7 dimensão? Tenho problemas nna minha caixa de correio, ainda estou para perceber onde, quando, como, desaparecem. Snif!

Kisses!!

Silvia F. disse...

Capitão,

Não quero generalizar e acredito que possa existir 1 ou até mesmo 2...só porque é para ti, vá lá 3...funcionários correctos mas até esta data só me têm dado dores de cabeça. Ou sou eu que tenho uma pontaria desgraçada! :))

Beijos

Silvia F. disse...

Vício,

Não consigo evitar esses detalhes mórbidos! Na verdade a saia descaiu até um pouco acima dos joelhos mas...pfff... isso é completamente insignicante.

;P

(Vergonha! vergonha!)

Beijos

Silvia F. disse...

António,

Falaste em chicote? Vou já ver isso!!
Hehehehe

Beijos

cassamia disse...

este post teve direito a ser homenageado com um belo poema. tive que vir conhecer. prazer em conhecer-te :)

_________-
(e bibam os escarradores ehehehe)

Paulo disse...

I sent you the email to both email adresses.

beijos
Paulo

Rafeiro Perfumado disse...

Não querendo falar do texto em si (mesmo metendo saias descaídas pelo meio), responde-me só a uma coisa: uma vez que estás em stand-by, também tens uma luzinha vermelha a piscar?

Beijoca!

Mr X disse...

:)
Nem sei o que dizer. Só me vem a expulsão gástrica à cabeça. E não é bonito.

Ju disse...

Gostei especialmente dos funcionários públicos trabalharem à velocidade da luz, e do café caso a tensão possa baixar!
Descreveste tudo na perfeição.
B.Ju

Safira disse...

Credo mulher...que descrição tão gráfica! lol
Também odeio escarradores e arrepio-me quando os vejo na rua a puxar das profundezas e a deixar o adn a decorar a calçada.
porcos de merda!
Beijinhos

Fênix disse...

Bem, gostei da descrição!!!!

Mas amiga, a vida tambem precisas desses momentos de loucura, de pura diversão até :)

Voltarei ...

Beijão



Fênix

Nikitta disse...

Não pode ser querida,porque este país é já de si um escarro.

Nikitta disse...

Não pode ser querida,porque este país é já de si um escarro.

Silvia F. disse...

Cassamia,

O prazer é todo meu! Bem-vinda!!
Assim que puder vou espreitar o teu blog. Gosto dos teus comentários no blog do sabonete hehehehe

Beijinhos

Silvia F. disse...

Paulo,

I acknowledge receipt of your email! ;p It's about time!!
Sent you an answer! Please check it out.

Kisses

Silvia F. disse...

Rafeiro,

E tinhas tu que vir estragar o meu esquema todo. Uma palavra tão bonita!
;))

Beijocas

Silvia F. disse...

Mr X

Como te compreendo! Não tens por aí um gadget anti-escarro? ;)

Beijos

Silvia F. disse...

Ju,

Haja alguém que compreenda o meu ódio de estimação por alguns funcionários públicos hehehehe

Beijinhos

Silvia F. disse...

Safira,

Tu destronas-me sempre. Não há ninguém que caracteriza tão bem como tu! És o máximo hahahaha
Estrume na focinheira desses porcalhões!

Beijinhos

Silvia F. disse...

Fênix,

Concordo em absoluto! O único reparo que faço é que, nesta situação não me diverti nada, credo!

Volta sempre!!

Beijinhos

Silvia F. disse...

Nikitta,

Ainda estou com esperanças que este país seja só uma merda... mal por mal!
;))

Beijinhos