sábado, março 21, 2009

TOP livros



Depois de muito estudo, passo a apresentar o meu TOP 20 dos livros mais fininhos do mundo (isto é, com menos páginas):

20 - “Crónicas de um cómico” de Steven Seagal
19 - “O segredo do meu sucesso social” Georges W. Bush

18- “Os direitos do Homem na China”

17 - “Best of do humor germânico”

16 - “Todas as mulheres da minha vida” do José Castelo Branco

15 - “Guia para primeiros encontros amorosos” de Mike Tyson

14 - “Tudo aquilo que os homens sabem das mulheres”

13 - “Cristiano Ronaldo: o lado modesto”

12 - “Técnicas para satisfazer o homem sexualmente”

11 - “Dicas de beleza” de Manuela Ferreira Leite

10 - “Técnicas de oratória” de Paulo Bento
9 - “Os triunfos do Benfica”
8 - “Estratégias para vencer a equipa do Futebol Clube do Porto”
7 - “Oportunidade de carreira para os licenciados em psicologia”

6 - “A transparência financeira dos bancos portugueses”
5 - “Amor à pátria” de Durão Barroso

4 - “Conselhos financeiros” de Teixeira dos Santos

3 - “O êxito da saúde pública em Portugal”
2 - “A eficácia e celeridade do sistema judicial português”

1 - “As pessoas gostam de mim pelo que sou” José Socrátes


Haveria muita mais mas numa 6ª feira não se pode exigir muito. Aceita-se sugestões das 2, vá lá, 3 pessoas que me lêem.
Sugestões essas que terei muito gosto em adicionar à lista com o nome do respectivo autor.
ENTENDIDO?
-

ADENDA:Conforme combinado, eis as excelentes sugestões de alguns bloggers que desde já agradeço:

Bruno
"O livro de cheques de Vale e Azevedo", de Dantas da Cunha.
"O Segredo" de Elsa Raposo.
"Afirma Pereira - pensamentos", Pedro Silva Pereira
"Era bom que trocássemos umas ideias sobre o assunto", Bruno Fehr.
"O Código da Estrada, Revisto e Anotado", edição conjunta de Toy e Cristiano Ronaldo
"Acordes para Guitarra", por David Fonseca
"Manual de Ética e Deontologia", por Bruno Fehr

Andarilho
"O diário da nossa paixão", de Sílvia F.

Apleman
"Como travar o Flagelo da Sida" By the Pope...
"Como ser um justo campeão em Portugal" by the Pope Pinto da Costa...
"Lista das tecnicas do slb ganhar ao SCP sem ajuda do arbito"...

The one you know
"Como criar um blog de sucesso" Silvia F.
"As melhores piadas"Silvia F.
"0,001 razões para o Porto ser melhor que Lisboa"Silvia F.

NunoSioux
"Todas as razões para ser do Sporting" Por Simão Sabrosa, Quaresma e Carlos Martins!
"Noticiar não é opinar" Por Manuela Moura Guedes.
"Como salvar o macho Latino" Jose Castelo Branco

Bruno Fehr - MAS em versão volumes enciclopédicos com mais de 10 exemplares:
"o meu fascínio por Bruno Fehr", Bruno
"quando eu for grande quero ser alguém", Bruno
"os 2 motivos pelo qual adormecem com a minha escrita", coincidentemente do mesmo autor...

Rafeiro Perfumado
"Argumentação de defesa do Pinto da Costa no Apito Dourado!"

Eduardo Ramos
"Educação e boas maneiras" - por Alberto João Jardim
"Para além do Kamasutra" - Madre Teresa de Calcutá
"Os meus sucessos na cama quando adolescente" - ... eu.

Provocação
"As vezes em que me vesti bem" Paula Bobone.
"As mulheres da minha vida" Manuel Luís Gouxa.
"Os momentos inteligentes" Cláudio Ramos.
"Os meus elogios a mulheres vazias" Provocação

Sandra.
"home nu cum faca no bolso"
"judas a cargar no deserto"

-

sexta-feira, março 13, 2009

Chique...lete!


De vez em quando, faço a mim mesma perguntas existenciais próprios de quem tem muito que fazer mas prefere ficar no sofá a criar raízes. A ver: “porque é que as cagadelas dos pássaros em cima de um carro branco são pretas e em cima de um carro preto são brancas?!
Estranho não é? Hum…

Nesses momentos de introspecção faço um género de apanhados dos meus defeitos e das minhas qualidades. Naturalmente os meus defeitos são pigmeus diante das minhas infinitas qualidade mas não sei porquê, tenho a sensação que muitos pensarão o contrário… bah, cambada de judas, é o que são!

Tenho reparado que tenho uma relação quase de ódio com os restaurantes principalmente se falarmos daqueles restaurantes muito sofisticados com todas aquelas etiquetas-mete-nojo.
Pergunto: será defeito?
Assim como não suporto aqueles restaurantes ou tascos onde as pessoas comem como leões assanhados e esfomeados, se bem que já vi no National Geographic leões comerem com mais distinção do que algumas pessoas, abomino os requintes exagerados.

Depois há aquelas expressões completamente idiotas. Por exemplo, vou a um restaurante acompanhada e o empregado pergunta:
- “É para jantar?
Em pensamento: “Não imbecil, estamos aqui para jogar ténis! Tem um court livre? Não? Pronto então vamos jantar, por acaso calha bem porque esquecemo-nos das raquetes… abécula!
A seguir insiste e pergunta:
- “Para dois”?
Em pensamento: “Naaa, aqui o primata que me acompanha, come com os dedos, empresto-lhe o garfo de vez em quando!
Há também clientes que fazem a pergunta da praxe:
- “O peixe está fresquinho?”
Colocando-me do lado do empregado dá vontade de responder:
- “Ah não, está completamente podre há 5 dias mas por ser para si vamos tentar cozinhá-lo!

E essa mania de perguntarem quando terminamos de jantar mesmo diante de um prato limpo-lambido, travessa vazia:
- “Já acabou?
Em pensamento: “Não, falta comer o prato e depois vejo se ainda tenho espaço no estômago para atacar a mesa!

Em alternativa, temos a casa dos amigos. Somos convidados e mo meio do pessoal haverá sempre expressões daquela pessoa conhecida que não nos larga o rabo:
- “Ah, és tu?
- “Não, não sou eu. Não estou aqui!
- “Foste convidada também?
- “Naaa, parti o vidro da janela para entrar!
- “Vieste cá comer? Hahahahaha
Em pensamento: “Naaa, vim cá de propósito dizer-te que vi os resultados das análise à BSE, podes estar descansadinha és uma vaca saudável!

Bom, bom mesmo é na nossa própria casinha ou em casa dos pais. Aí sim não há manias, tiques e chiquices à la Jet-estrume, paneleirices, piadinhas murchas... Lar, doce lar!

-