sábado, agosto 18, 2007

Awards


Começo por agradecer este prémio fantástico que me fez cair uma lágrima de emoção e que me foi atribuído pelo Skynet.
Reparem no cavalheirismo do rapaz que me colocou em 1º lugar nas nomeações, hein, hein? Já não se fazem homens assim!! Obrigada por teres pensado em mim, mesmo!! :)
The Power of Schmooze Award, é um prémio… enfim, é uma honra mesmo sabendo que é atribuído aos melhores bisbilhoteiros. ;))

Dizem por aí (que por acaso sou eu!) que o award foi criado por um fulano que não devia ter mais nada que fazer e que criou um desenho machista, rasca e parvo, fulano esse chamado Mike (You‘re the best man! That‘s quite an award! Witty drawing indeed). Espero que ele não perceba português! Aquele braço musculoso do desenho não me convence...
Passo a copiar o texto do Skynet:
"Este prémio é uma tentativa de reunir os blogues que são adeptos aos relacionamentos "inter-blogues" fazendo um esforço para ser parte de uma conversação e não apenas de um monólogo".

Schmooze: (Verbo) fofocar, jogar conversa fora, trocar idéias. (Substantivo) conversa, bate-papo.
Regras:
1. Se, e somente SE, você receber o "Thinking Blogger Award" ou "The Power of Schmooze Award", escreva um post indicando 5 (cinco) blogs que tem esse perfil "schmoozed" ou que tenha te "acolhido" nesta filosofia. (se não entendeu, leia a explicação no parágrafo anterior de novo).
2. Acrescente um link para o post que te indicou e um para o post do Mike, para que as pessoas possam identificar a origem deste meme.
3. Opcional: Exiba orgulhosamente o "Thinking Blogger Award" ou o "The Power of Schmooze Award" com um link para este post que você escreveu."
Não percebi patavina… mas vou tentar desenrascar-me com os links! Vai sair porcaria, tá visto!
Já disse que aquele braço do desenho... pronto...
Bom, toca a passar este honroso prémio a 5 cuscas fofoqueiros… naaaaa, óptimos conversadores (escolha difícil!):

- Sandra (luamizade)
- Paulo (my plurality)

Eis mais 2 prémios que recebi há bastante tempo da Sandrocha!



Não os passo a ninguém porque a Sandra é o meu único contacto feminino no blogue. Passar estes "awards" a homens não me parece... correcto! Principalmente o prémio dos grelos... ;)
Muito obrigada Sandra!!
PS: Não queria terminar sem dizer que aquele braço musculado do desenho...

terça-feira, agosto 14, 2007

Parques temáticos


Quando era mais nova era destemida no que diz respeito a todo o tipo de diversão nas feiras populares fosse ele mais radical ou não. Posso afirmar que já experimentei de tudo. É o que faz ter um irmão mais velho que nos desafia e nos arrasta, nem que seja pelos cabelos… (éramos tão amigos na época! Não passávamos um dia sem porrada da grossa e sem dizer palavrões um ao outro, que saudades!! Sniff)

Actualmente, embora nunca recuse experimentar o quer que seja em termos de carrossel, assim que o engenho começa a “andar“… a minha fé na religião intensifica-se extraordinariamente. Apelo ao nosso Senhor todos poderoso, todos os Santos…

Adiante, nos parques temáticos onde existiam carrosséis quem era a desgraçada/palhaça que acompanhava a miudagem toda? Quem? Eu.
As crianças são o melhor que temos mas… caramba, conseguem por vezes ser piores que uma praga de gafanhotos!!

- “Tenho fome! TENHO FOME!” Quem os ouve parece que passam fome!
- “Olha a lotaria!! Vamos jogar? VAMOS JOGAREEEEE!”
Na lotaria, falta de sorte, ganhamos sempre qualquer coisa! O prémio há de ser sempre um peluche medonho, grande e feio! Para não fugir à regra ganhámos um coelho de peluche grandalhão, laranja choque, desengonçado. Resultado, tive eu que andar com aquela coisa a tarde toda e espalhar pelugem pela multidão. Nessas ocasiões, acontece sempre um fenómeno inexplicável na qual encontramos SEMPRE alguém conhecido!
- “Olha a Sílvia! SÍLVIA!!”
Nessas alturas, não conheço ninguém! 

- “Queria andar neste aqui!!”
- “Tá vou comprar o bilhete!”
Na hora de escolher:
- “Quero a mota!”
- “Não, não podes andar na mota porque está lá um menino!”
- “ Quero a mota! A MOTAAAA!!!! Quero a mota! Quero a mota!”
Meia hora mais tarde depois do miúdo largar finalmente a porcaria da mota, tive tanto medo que outro se apoderasse dela que sentei-me eu mesma na mota com o coelho debaixo do braço!
- “Já está, tenho a mota!! Anda!”
- “Quero fazer xixi!”
No momento em que o carrossel está prestes a andar, saio da mota a correr escondida atrás do coelho! Figurinhas...
- “Oh Sílvia, SÍLVIA!! Por aqui?“ Grita de novo o raio do conhecido!
PORRA!!!

- “Queremos ir na montanha russa!!!!”
Pronto, os miúdos colocam-se a frente e eu sento-me atrás com o meu fiel companheiro coelho laranja ao lado! Mas tive que deixá-lo com o moço dos bilhetes porque ocupava muito espaço!
No início é agradável porque anda devagarinho e sobe lentamente! Dá tempo para comer um bolo, tranquilamente. Sobe, sobe, sobe… chegado ao cimo da montanha a carruagem pára e aí sente-se que qualquer coisa se vai passar… a minha frente vi um mergulho para a morte:
- “Oh não!! Meu Deus, quero descer!!”
E aí Deus ajudou-me a concretizar o meu desejo. Fez-me descer a uma velocidade tal que só me lembro de quanto mais descia mais sentia o meu bolo subir no estômago. Gritei:
- “Ahhhhh! Quero descer!!”
E o bolo:
-“Eu também!”


quarta-feira, agosto 01, 2007

Intervalo

Enigma existencial!!


Esta mesa foi colocada à venda no site de vendas E-Bay, nos EUA. Posso garantir que o vendedor é um homem. Como posso ter tanta certeza?