quarta-feira, junho 11, 2008

Porque me apeteceu...


Antes de mais, gostava de agradecer a todos os comentários deixados, por tudo que me têm dado: atenção, as melhoras, as boas-vindas, as dores de cabeça, as cólicas e acima de tudo a vossa amizade. Pronto, era isto...

Ah e também quero deixar aqui as minhas boas-vindas a todos aqueles que recentemente tiveram a coragem de me lerem, invejo-vos o espírito destemido e aventureiro.
Vá, chega de lamechices.

Pois aqui estou, montes de tempo desde a minha última aparição (digna desse nome) aqui neste meu espaço… quer dizer nesta página na qual sou inquilina.
Eis que volto à carga com mais umas palavrinhas absurdas, parvas e mais eficazes a provocar lágrimas que qualquer latinha de gás lacrimogéneo ou cebola para refogar.

Tenho imenso para escrever mas curiosamente a minha inspiração surge apenas em momentos menos adequados… não se pode escrever nada que essas mentes taradas já pensam em obscenidades, não é? Pouca vergonha… é claro que me refiro em momentos como: na fila do supermercado, na fila dos correios, na fila para o WC, etc… ou seja, em qualquer fila! Sim porque neste país pode faltar tudo, menos filas!
Reparem que utilizei a palavra “fila” e não “bicha” para evitar chalaças…
Por falar nisso, uma pergunta que me assombra desde que me conheço: as pessoas que dizem "eu até tenho amigos gays", o que é que pretendem com isso exactamente? Um lugar no céu? Garantir a canonização?
É que para mim isso passa-me completamente ao lado, se tenho um amigo gay ou não é tão importante como saber se o Sócrates cumpriu a promessa de deixar de fumar! C-a-g-a-t-i-v-o.
A amizade não tem orientação sexual, cor, raça desde que esteja sempre presente… principalmente quando me esqueço de levantar dinheiro no multibanco, o resto é insignificante.

Visto que não consigo escrever coisa com coisa e também porque parece que não me pagam para estar aqui nesta vida, deixo-vos para continuar o extenuante “solitário“.

Já agora, um pequeno reparo: é só de mim ou a folia dos adeptos portugueses relativamente ao Euro 2008 é um nada exagerado? Ainda só jogamos um jogo e parece que ganhamos a final! Bolas.
Só mais uma coisinha, gostei da derrota dos pencudos dos gregos, vá-se lá saber porquê! Hihihihi