terça-feira, outubro 21, 2008

Perguntas IV

Não fica bem perguntar aos automobilistas que estacionam nos lugares para deficientes se precisam de ajuda?



É exagero e leviano da minha parte desejar que aqueles condutores que passam de 30 km/h para 200 km/h sempre que eu tento ultrapassá-los, espetem os c*rnos na próxima curva?

Os peões que atravessam a passadeira e nos olham fixamente com aquele ar de pára-ó-canastrona-se-tás-com-pressa-aguenta-a-cavalaria-tenho-prioridade, estão chateados comigo, com o mercado automóvel, com o governo ou o mundo em geral?

Existe algum limite para o número de palavrões que podemos dizer enquanto conduzimos?

Parece mal buzinar aos carros das escolas de condução e às carroças movidas por cavalos e burros?

36 comentários:

António Sabão disse...

Dá para pensar nessas questões todas!? Essa bomba da foto é tua?
Beijnhos

Capitão Merda disse...

Por mim estás à vontade!

;)

Eduardo Ramos disse...

Como te entendo Silvia. Como te entendo.

Tanta vez me apeteceu ter um para-choques de aço.
Mas tanta vez!

Safira disse...

No futebol e na condução, carta branca ao palavrão.
Tenho dito!
Beijos

Vício disse...

quanto à primeira pergunta posso dizer-te que podes atropelar a pessoa que estacione nesse lugar e deixa-lo deficiente para evitar que ele seja multado!

António Sabão disse...

Sílvia, desculpa! A bomba não pode ser tua! Só pode ser de um deficientógestorpúblico! :(((

Ju disse...

Por mim... quantas mais melhor!
Se há coisas que me enervam são burros ao volante, e com a mania que são espertos!
Não sou de dizer muitas asneiras mas quando me aborreço, saiem todas as que sei e ainda sou capaz de inventar umas 2 ou 3...
B.Ju

Mr X disse...

Se comprares um Hummer esses problemas deixam de existir!

ANDARILHO disse...

1ª- Não fica bem porquê? Podes sempre dar-me as ajudas que consideres necessárias. Lá porque não me apresente com uma deficiência física, a mental acompanha-me diariamente.

2ª Sim, é exagerado e leviano. Eu próprio detesto sentir que as pessoas pensam isso de mim de cada vez que o faço.

3ª Eu julgo que será comigo. Depois descarregam em ti...

4ª Não se pode dizer nomes malcriados enquanto se conduz. Apenas podemos cantar quando estamos ao volante.

5ª Óbvio que não. Eu próprio o faço sempre, logo não poderá ser interpretado como uma falta de educação ou desrespeito.

:)

Nuno disse...

Olá! Bem disposta? Eu nuna estacionei o carro, em nenhum lugar para deficientes físicos. Vou tendo esse cuidado e quando ando de metro ou comboio, também respeito os lugares destinados aos deficientes físicos. Na condução, o que eu não gosto, é a ausência de sinais, nas rotundas. Algumas pessoas pensam que a outra adivinha para onde a pessoa vai! Eu faço sempre sinal na rotunha e indico o caminho que vou seguir, mas há quem não faça isso! beijos e uma boa semana!

marco disse...

és do puerto e basta!

ta descansada, se me ultrapassares eu deixo te passar...até buzino, até faço sinais de luzes...mas só se o teu carro andar mais de 200km/H..pk eu..menina...nunca ando pra baixo de 200! lol! beijus

Silvia F. disse...

António,

Este é o carro do meu motorista na Benezuela.

Veijinhos :))

Silvia F. disse...

Capitão,

Sempre soube que podia contar contigo! :))

Beijinhos

Silvia F. disse...

Eduardo,

Oh meu amigo, já passei a fase do para-choques de aço há muito. Agora só sonho com para-choques munido de luva de boxe gigante e espetos.

Beijinhos (o email, carago??)

Silvia F. disse...

Safira,

Ora aí está uma frase fantástica... vou torná-la lema de vida! :))

Beijinhos

Silvia F. disse...

Vício,

Ora aí está. No fundo seria serviço público! Ideia brilhante! :))

Beijinhos

Silvia F. disse...

António,

Esqueceste de um pormenor deficientóMENTALgestorpúblico. Assim sim! O pior é que há aos montes por cá e parece ser contagioso!

:))
Beijinhos

Silvia F. disse...

Ju,

Ainda bem que não sou só eu :))
A minha boa educação vai pró charco sempre que conduzo. Nem sei onde vou buscar tanto palavrão.

Beijinhos

Silvia F. disse...

Mr X,

Pois... só tu para me fazer pesquisar que raio é um hummer!
O pior é que já conhecia... ai o sono!
Esse "bicharoco" é permitido em Portugal???? Até mete medo!

Beijinhos

Silvia F. disse...

Andarilho,

1º) Não podia concordar mais. A tua deficiência mental é nítida hihihihi

2º) Mais um a abater... tu não te cruzes comigo, pá!

3º) Deve ser... a tua fama persegue-te! :))

4º) Tu cantas palavrões?

5º) Agora percebi porque tens tantos inimigos hehehehe

Beijinhos

Silvia F. disse...

Nuno,

Devemos fazer parte dos 0,1% que nunca estacionam nos lugares para deficientes. Deprimente!
Pois nas rotundas... confesso que muitas vezes não faço sinal para despitar os engraçadinhos que gostam de colar-me à traseira (do carro!!!).

Beijinhos e resto de boa semana!

Silvia F. disse...

Marco,

Tens que me explicar essa de ser do Puerto!
É que cheguei a andar de carro na cidade de Lisboa (num momento de loucura) e jurei que nunca mais! Ó gente mais stressada e maluca! Apitam por tudo e por nada, bolas!!
200 km/h? Até andava mas desconfio que perdia peças do carro em andamento.

:))
Beijinhos

jg disse...

Mas restam dúvidas que o cavalgadura que compra um carro destes e vai ás compras ao Continente, é deficiente?!

vita disse...

looool

Deves dizer todas e inventar umas quantas..lol

Beijo linda

Rafeiro Perfumado disse...

Eu sou desses peões molengas, especialmente quando vejo os carros a acelerarem para não me deixarem passar. Pelo menos até ao dia em que ficar a enfeitar algum pára-choques. Beijo!

Sandra. disse...

:))

turrãozinho daçucar da minha bida

Tenho vezes, mui poukinhas a bem da berdade, q dou graçádeus por ainda n ter carta :)

Já dizia o memo aos meus instrutores q me queriam para colega deles, pq eu tava memo empenhada nakilo, um dia falo sobre isso no meu blog, eram o máximo :))

Se eu tivesse a carta teriam q andar armada até ós dentes, páfastar qq mega q se me apresentasse na frente :))

xinhókaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas damô

nb - amô, ondé q tá o teu presente q fiz c esta paixão douda q me consome?? hã??

António Sabão disse...

Eu sou daqueles que nunca buzina nem aos peões nem aos outros automobilistas!
Uma dia ainda hei-de descobrir onde é a buzina! :)))
PS: O silêncio é de ouro!

Jorge Pessoa e Silva disse...

Tu acreditas que desperta a minha líbido ouvir uma mulher chateada a dizer palavrões?... rs...rs... Desculpa, tu a escreveres um post tão sério e eu chego par desalinhar tudo... rs.... rs....

Beijinhos

Mr X disse...

Além de ser permitido, até tenho visto um por aqui na capitále.
É tão ridículo que mete impressão. E ao volante vai um puto com o cap ao contrário.
Imaginar de onde veio o dinheiro até é fácil...

António Sabão disse...

Para certar o nº de comentários!

Como se sente um piolho
Numa careca lizinha?
Sem ter joio, sem ter trigo
Um pobre dum sem abrigo!

Beijinho

Filipe Rodrigues disse...

O carro até está no sítio certo...
1: O condutor via mal (nem acertou bem no lugar)

2: Sair daquele carro... ui... dá dor de costas... nem imaginam!

Ehehehhe
Beijinhos

Jotabê disse...

Essas, e muitas outras, são as questões do nosso universo automobilístico. Elas são facilmente respondidas, basta para isso visitares outros países, não são todos é claro, tens de excluir os africanos, os asiáticos e das Américas central e sul, e ficas com uma ideia muito precisa do que realmente nós somo como condutores. Eu arrisco um adjectivo, não muito pesado para não ser censurado (mais ainda): estúpidos ignorantes. (atenção, estão aqui dois mas é só um, o estúpido está lá só para diferenciar o tipo de ignorante, ou seja, é o que é estu´pido e não o que desconhece, aquele que estou a referir)
E mais, não quero ser faccioso mas era capaz de apostar que esse lamborgini belga é de um emigrante português, ou então de um belga que tem amigos portugueses como principal companhia.

:)

beijoca

Pedro Barata disse...

Gostei deste teu espaço. Passarei por aqui mais vezes.

Se quiseres visitar-me também:
www.aquelebagacinho.blogspot.com

Saudações

Miguel disse...

como eu compreendo essa perguntas...

faltou mencionar o porquê dos carros novos aparentemente virem sem pisca --'

Bom fim de semana :D

Marco Rebelo disse...

eu axo q o carro é teu. :)

Skynet disse...

Por isso é que os cientistas ainda não responderam à questão "qual o sentido da vida?", ainda estão todos ocupados a tentar responder a essas ;)