quinta-feira, julho 12, 2007

Dentistafobia



Confesso que tenho fobia à dentistas, nada de anormal atendendo ao número de pessoas na mesma situação.
Contudo a minha fobia é levada ao extremo. Para evitar as idas ao dentista: lavo os dentes 6 vezes por dia, utilizo vários tipos de tubos de pasta dentífrica, uso sempre o fio dental (próprio para dentes claro, mentes porcas!) e uso sempre elixir, sem falar no pormenor que mudo de escova de dentes todas as semanas. Claro que esta ginástica toda tem os seus frutos, tenho uma boa saúde oral (pelo menos parece)! Mas tenho a leve impressão que se continuar assim, vou acabar por gastar os dentes e ficar sem eles!

Este processo tem a sua razão de ser, há uns anos tive uma péssima experiência com uma dentista “carniceira” que me fez sentir a dor mais aguda e insuportável que senti em toda a minha vida. Antes não temia a dor, a partir dessa infeliz experiência fiquei medricas…

Uma vez que as desgraçadas das cáries não se tratem sozinhas e aparecem de rompante, de vez em quando lá vou eu ao dentista, como quem vai à forca.
Embora ele já me conheça, faço-lhe sempre as mesmas recomendações com aviso prévio que não responderia pelos meus actos em caso de dor.
- “Doutor tenho dores de dentes à direita… à direita… À DIREITA! Não vale a pena mexer à esquerda, não tenho nada… AIIIIIII!! Então? Não tinha nada à esquerda!”
Passado 5 minutos são dores à direita e à esquerda! Vem a tortura da anestesia…
- “Oh Não!! Não tem nada mais pequeno?”
Geralmente uma injecção em qualquer sítio é uma picadela e já está, no dentista a nossa cabeça segue os movimentos da seringa por largos minutos. Quando o dentista finalmente retira a seringa, já se está enjoado.
Após várias doses, a anestesia começa a fazer efeito… os lábios ficam a pesar 5 kilos.
- “Então? Está bem?”
- “chim, chim, sto vem mas staria melor lá pfora!”
Aí o dentista coloca-se de costas, mexe no seu cantinho dando a entender que trabalha. Acredito antes que o dentista vira-se de costas para rir da nossa figura!
Ele volta e enfia-nos na boca o gancho do capitão Gancho e vários rolinhos de algodão. Nessa altura quando não se está nada mas NADA à vontade para falar, ele começa a fazer perguntas.
- “Então quando é que vai de férias?”
- “N’ei!”
- “Onde?”
- “N’ei!”
- “Como?”
- “N’ EI!”
- “Bom, avise se a aleijar!”
- “AUUUUUU! Aiiiii!”
- “Ainda não a toquei!”
- “Ah na?? É neoso!” (nervoso)
- “Como?”
- “NEOSO!”
- “Desculpe?”
- “N’ei!”
Aí ele pega na broca que apelido gentilmente de “perfuradora“ mortífera:
- “Abra a boca!”
- “Na!”
- “Abra a boca!”
- “’ERE!!” (Espere!)
- “Então assim não consigo tratá-la! Então? Vamos lá!”
- “Dzevagainu (devagarinho), HEIN!?!”
- “Não se preocupe!”
Vem a “perfuradora” com toda a força e cada vez que ele mexe no dente, as nádegas descolam da cadeira 20 cm! Estranho como o dente está intimamente ligado ao rabo!
À certa altura, saí fumo da boca.
- “OHHH!OHHH!!”
- “Como?”
- “o uo!!”
- “Não percebi!”
Retira a mão do dentista da boca e diz:
- “Há fumbo!!”
- “Tenha calma, não é nada!”
Aí ele pousa a “perfuradora”, finalmente o rabo volta a encontrar-se com a cadeira. Nessa altura manda-nos um ar frio sob pressão no dente.
- “AIUUUUUU!! &%$#$&%$#!!!”
- “Como?”
- “N’ei!”
Volta a pegar na “perfuradora” e a nossa mão agarra o braço da cadeira de tal modo que se conseguiria levar a cadeira para casa! Entretanto a mão direita parece querer apanhar os testículos do dentista sempre que a “perfuradora” derrapa! Quando fazem merda dizem todos a mesma coisa:
- “Beba água, bocheche e deite fora!”
Pegamos no copito de água, bebe-se com os 5 kilos de lábio e a água sai pelos cantos da boca.
- “Deite fora a água!”
- “á stá!” (na roupa)
Ao encostares-nos de novo na cadeira, volta-se com um fio de baba de quase 25 cm que nos liga directamente à bacia.
Quando o dentista acaba o trabalho, tira-nos os apetrechos todos da boca e insiste de novo em falar…
No caminho para casa, reza-se para que ninguém conhecido nos reconheça…

25 comentários:

jotabloguer disse...

OLá Sílvia!
UFA!!!Que sofrimento! Nunca mais vou ao dentista! Depois desta tua descrição ainda sinto os efeitos da anestesia! Eh, eh!
Bem junta-te ao grupo dos "medrosos" dentários!Bem falando um pouco mais sério, na verdade a ida ao dentista não é propriamente das mais sugestivas, mas eu (falo por mim) nunca tive grandes precalços, no momento é uma dentista e das mais meigas que já tive! Tu sentas-te na cadeira e quando pensas que estás á espera do suplício, ela manda-te, bochechar e sair da cadeira!Ás vezes dá vontade de perguntar se não quer que me sente outra vez!Mas na verdade estás a exagerar, quanto á higiene oral!Mas deves ter um sorriso glorioso, melhor do que o do Paulo Portas!Ah, e outra coisa és do F.C.P.!!! E com um sorriso teu, meu Deus como já sinto saudades de um jogo no Dragão!Desculpa este meu longo comentário (parece um texto dos meus), mas digo-te que voltarei e a culpa é do zétrolha!
Volto, concerteza!
Jorge madureira

VICIO disse...

confesso! sou uma mente porca! mas a culpa é tua que conseguiste desvia a minha atenção da boca...

Anônimo disse...

Allô Silvia

Gostei imenso do teu blog, mas confesso que este post me levou às lágrimas de tanto rir só de imaginar a situação :)
Pessoalmente nada tenho contra dentistas, até gosto de lá ir lol
beijos

Eduardo Ramos disse...

Estive a recuperar 5 minutos de tanto rir com a tua PUBLICAÇÃO ( viva Portugal ).

Se agarravas o tomates do dentista, além de ele guinchar mais alto que a broca, podias ter ficado sem dentes pois ele perderia o controlo da "maquina infernal perfuradora".

A ultima vez que fui ao dentista, era uma moça, bem gira, de bata branca com uma porrada de botões desapertados. Nem precisei de anestesia. Ainda inventei mais uma dor ou duas só para ficar mais tempo naquela bendita cadeira.
Agora que falo nisto, acho que vou marca outra consulta...

Sandra disse...

:)))

LOLADAAAAAAAAAA gajinha e tu num tens um dentista amigo, q fala pa ti enquanto nos floode a boca e te faz perguntas tipo: "ah e tal Sandra, onde vais de férias?? e os teus pais??..."fala me do cais e da marginal nova q eu n entendo aquilo mas dizem q agora tá um estouro"...como se fosse possivel eu falar pa ele né?? só consigo ver os oyinhos dele q ó pertinho são bués lindus e pestanudos...por este ponto de vista temos a comunicação ideal, ele fala e eu respondo c os olhos :))))

yep, tem a minha idade...(balhamadeus o keu fui dezer)

beijokaaaaaaas boas pa tu da lua

zetrolha disse...

"Estranho como o dente está intimamente ligado ao rabo!".As coisas que eu aprendo contigo.Até que enfim que encontro alguém que entende a minha tara que, é cravar os dentes em rabos,de mulheres,claro!

Silvia F. disse...

Jotabloguer,
Obrigada pela visita :)
Parece que as mulheres dentistas são bem mais meigas mas calhou-me uma lerda que deve ter tirado o curso como um engenheiro que eu cá sei.
Agora essa dentista deve-te hipnotizar literalmente para que não sintas nada, bolas! ;)))
Sorriso glorioso, eu? Não tenho dentes vermelhos ou melhor... cor de rosa!! Cruzes!
Os meus dentes estão tão cintilantes que de noite só preciso arreganhar as dentuças para me orientar e nem preciso de colete, hein? hein?
Sei que estou a exagerar na higiene, manias!
Um sorriso bonito e cuidado é fundamental é das primeiras coisas que reparo nas pessoas ;)
Volta sempre que quiseres como vês os meus comentários também são longos! Hehehehe

Vício,
Desviei? Para onde?? Temos que analisar melhor essa mente porca ao pormenor... :P

Allô anónimo :)
Obrigada é muita simpatia principalmente vindo de um anónimo(a).
Beijos

Eduardo Ramos,
:)) Como escrevi, não me responsabilizaria pelos meus actos. Podia ficar sem dentes mas de certeza que ele ficava sem os ditos cujos!!
Essa moça era mesmo dentista? Pela forma como descreves... Hehehehehe

Sandra,
Será que é só a mim que nunca me sai um dentista jeitoso??? Quem é ele que vou lá... no próximo ano! ;))
Sandrinha, tu estás-me a sair da casca, tás, tás! Hehehehehe
Beijoooos!!

Zétrolha,
Espertinho o menino!! ;))) Bem, espero nunca me cruzar contigo!! És um perigo público para os traseiros femininos!! :D

Silvia F. disse...

INFO

Bem, é com profundo desagrado que informo que a moderação de comentários está de novo activada.

Gostava que este blog fosse de fácil acesso a todos já que é público mas o cretino do costume relembrou-se de me escrever comentários rascas e insultuosos...
Lamento! :(

xá-das-5 disse...

hahahahahahahahaahhaahahahahah
Maravilhoso txt, S.!!!
Só tu para me fazeres rir com o dentista!

nuno disse...

eu acho que te enganaste e entraste na porta ao lado , a sede do sis! os métodos são os mesmos daí a tua confusão.
mas uma coisa é certa o dentista tem o seu mérito. aposto que não é qualquer homem que te deixa de boca aberta!

marco disse...

es podre de cagarolas!eu nao tenho fobias de ir ao dentista!
é so por causa da assistente, é podre de gira!
ate invento uma carie so pa la ir!
beijos anestesicos

Casemiro dos Plásticos disse...

Oh diabo isso passa ou não lol
bj e bom fds :P

Rafeiro Perfumado disse...

No meio deste relato de terror (sim, eu partilho dessa fobia) só queria saber quem te autorizou a meter a minha fotografia no texto...

Paulo disse...

Olá Silvia,

Eu tinha imenso medo de ir ao dentista, mas desde a primeira vez que fui ao dentista aqui nos states, nunca mais tive problemas.
A diferença está no facto que eles antes de usarem a seringa, usam um spray de nome Novacaine, que adormece as gengivas, depois de 1 a 2 minutos é que eles dão a injecção.Não sentes nada.
O que eu acho piada é quando eu vou fazer a limpeza geral de 6 em 6 meses. Eles tão sempre a avisar pra uma pessoa não usar nada afiado pra limpar os dentes, mas assim que te sentas na cadeira, a primeira coisa que eles fazem é pegar no gancho e começar a raspar os dentes.

Eduardo Ramos disse...

MARCO!
DEVES TER A MESMA DENTISTA QUE EU!!! DE CERTEZINHA!
:)

Silvia F. disse...

Xá,
Pois... é triste ser cagarolas! :)))))

Nuno,
Hehehehehe Será que só me calham dentistas terroristas??
Fiquei de boca aberta com o teu último comentário! Hahahaha Muito bem apanhado!!

Marco e Eduardo Ramos,
Nem que fosse o Brad Pitt como dentista...quer dizer...enfim vocês são mesmo... homens!!! :P
Beijos

Casemiro,
O que é que havia de passar??
Beijos

Rafeiro perfumado,
É preciso um rafeiro para partilhar o meu terror! Bem me pareceu que a foto era familiar ;))))

Paulo,
Comigo, nem com spray ficaria mais calma só anestesia geral!
Ahaaa, nunca fiz limpeza dos dentes porque placa bacteriana não sei o que é! (Podes me invejar! Hehehehe) Também com tantas lavagens! Mas ouvi falar que é bastante doloroso e que sai cada pedragulho que dava para fazer uma casa ;))))

Paulo disse...

lol.

A maioria do pessoal aqui faz uma limpeza geral de 6 em 6 meses porque é pago pelo seguro médico. Senão fizeremos e tivermos problemas com os dentes, o seguro pode recusar-se a pagar os tratamentos porque não fizémos a tal limpeza. È simples. Limpam entre os dentes, dentro das gengivas, raspam os dentes, e no fim sai-se de lá com os dentes polidos e mais brancos.
Essa da plaque dentária tive uma vez e jurei pra nunca mais.
Mas gostaria de ter a tua paciência pra escovar os dentes 6 vezes por dia.

bjs
Paulo

Capitão Merda disse...

Eu vou ao dentista na maior!
"No pasa nada"...

António Sabão disse...

Então Sílvia, onde vais na próxima vez?
Vamos lá a contar tudo direitinho:-)

Carioca em Lisboa disse...

bem, que grande cena... destes tempos de blog, ainda nao vi uma descrição tão espetacular. Ri-me que fartei-me. Mas obrigadinha por aumentar mais ainda a minha fobia. Parabéns belo blog, vou-te por nos meus favoritos.

António Sabão disse...

Então rapariga, blogueaste?

The one you know disse...

Xiça! Eu não gostava! Mas depois de ler isto, acho que fiquei a gostar menos! Quanto à cena de agarrares nos tomates do dentista, tive uma parecida com uma dentista! Ela tinha um par tão grande, que sempre que se debruçava para me tratar da boca roçava as ditas na minha cara! Isso sim! foi a melhor anestesia que alguma vez levei! não senti dor nenhuma!

Paulo disse...

Compartilho sua opinião! Também não sou fã dos dentistas!

Beijos

Bratt Jones disse...

LOL

Nuno disse...

olá! tens que comer um gelado de gelo sempre que fores ao dentista e sempre que levares anestesia....era isso que a dentista me dizia p fazer sempre que saía do consultório dela. *