sábado, setembro 08, 2007

Churrasco


Imaginem o seguinte cenário: moradia com um jardim.
É o primeiro Domingo onde finalmente está bom tempo e aí, por coincidência tens a tua patrulha de amigos que chega assim do nada:
« Ah sim, passávamos por aqui e pensámos: vamos ver a Sílvia!»
« Ahhh claro! Está na hora de almoçar, querem ficar para o almoço? »
« Ah Sim, pode ser, nem pensámos nisso…»
5 minutos depois estão como em casa deles, um deles pergunta:
« Ó pessoal, que tal almoçarmos no jardim?» Pronto, lá se foi o Domingo sossegado.
Primeiro é necessário limpar a mesa do jardim que fica sempre fora de casa e que está cheia de porcaria dos pássaros:
« Raios partam! Isto é impossível! O que é que os pássaros comem carago! Está mais duro que os cornos do vizinho... »
Após 15 minutos, assim que vês o pessoal de costas, colocas a toalha da mesa em cima das caganitas.
« Já está... »
Uma amiga chega para ajudar e diz:
« Está mal, puseste a toalha ao contrário»
« NÃO, não mexas. Gosto assim das cores pasteis, vamos à cozinha »
Colocas as facas, os garfos, os copos, o entulho todo e a amiga volta 5 minutos depois:
« Não vai dar assim, é melhor abrir a mesa para ficar maior!»
« Podias ter dito há mais tempo que era melhor aumentar a mesa!!! »
Pronto, aumentas a mesa e o estupor da toalha fica pequena demais!
5 minutos depois, estás a desdobrar todas as toalhas do armário para encontrar uma que sirva.
A primeira toalha dobras de novo com cuidado e colocas direitinha no armário, a partir da segunda começas a enrolá-las em bola e enfiá-las no armário com o pé.

Começa o churrasco.
Não percebo, não sei como é possível queimarem-se hectares e hectares de floresta em 5 minutos apenas com um fósforo quando com 4 litros de álcool, 2 caixas de fósforos dos grandes é preciso um mínimo de 2 horas para acender 4 pequenos raminhos!
Mais, uma vez aceso ainda é preciso soprar em cima para não apagar. 45 minutos depois ainda estás com os teus raminhos.
Quando finalmente a brasa fica pronta, colocas o frango e passado um pouco quando vais espreitar e viras as coxas vês que não estão assadas mas em contrapartida já tens queimaduras do 3º grau nas mãos.

Quando se come lá fora no jardim, há-de haver sempre alguém mal sentado, com o rabo entre 2 bancos, quase a cair.
« Estás bem F.? »
« Estou, estou! »
« Estás quase a cair, queres ser atado à mesa?»
« Sim mas depressa, tá? »
Também, há de haver sempre um que ficou com um bocado de osso do frango entalado na garganta.
« O que é que tens P.? »
« Tenho rraa, um bocado de osso na garganta, rraa »
« Come pão pá! »
« Já comi 4 pães rraa, rraa. »
Chega o melão que pessoalmente detesto.
Momento precioso pois corresponde com a chegada de uma vespa que está numa missão de reconhecimento.
De seguida, vêm todas as vespas, a luta é terrível mas cada um tem a sua técnica.
Tens aquele que tenta cortá-las em pleno voo com a sua faca, outro que não tem medo e apanha-as com a mão:
« Já está tenho-a aqui! Ahhhhhhh!!! ».
Também há os amigos dos animais:
« Se não se mexerem, elas não picam. Olhem a vespa no meu nariz, se não me mexer ela não me pica »
Esse de nunca se mexer, tem tudo no nariz: vespas, formigas, abelhas, mosquitos… já não é um nariz é uma colmeia:
« Bem, acho que me vou embora porque tenho o nariz cheio de mel, vou acabar por atrair os ursos ».

25 comentários:

Crestfallen disse...

Ahahahahaha, que divertido, não queria estar na tua pele, mas não me importava de ver a cena na TV.

Porra de onde eu venho, é o homem que opera o churrasco e toda a malta trabalha, ou ninguém come!

Nuno disse...

loooollll! realmente a parte das limpezas é a mais chata. Quando todos ajudam torna-se tudo mais fácil. bjs e continuação de um bom sábado!

Nuno disse...

é caso para dizer que nem na casa de banho se pode estar sossegado (A)... as melhoras das queimaduras! bjs

jotabloguer disse...

Hilariante o teu "barbecue", mas sabes que é assim que acontece tantas e tantas vezes na vida real? E que há "figurinhas" dessas que se penduram e sem mexerem o "cu" para ajudar um pouco que seja?
Podes estar certinha, que se não terminasses em retitada estratégica viriam a seguir uns "ursos" a lamberem-te o mel do nariz... rrrssss!
Bom domingo Sílvia!
Jorge madureira

Casemiro dos Plásticos disse...

ahahahahah quando chega gente incomoda em casa é lixado e eu que o diga!

ah e tal (c) disse...

ahahahaha
há pessoal assim, abusador no entanto aquela lata toda é divertida, por isso passa....;)



Os criminosos regam as florestas com gasolina.....

beijos!

Eduardo Ramos disse...

desculpa!
Percebi mal. Disseste... "amigos"!?

xá-das-5 disse...

Tenho três questões.
1ª como é que sabes quanto duros são os cornos do teu vizinho?
2ª eu tb não gosto do Melão. Aliás, de nenhum excesso...
3ª mas adoro Vespas. Tenho pena de ter medo.

Sandra disse...

:))

ó minha cousinha, num seria mais um jardim zoológico nas pencas de cada um??

por aki sempre q manjamos na part out da maison, temos como prémio um zoo :) se fosse marinho é kera fixi, topas?

beijokaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas pa tu da lua

Paulo disse...

That was funny.

Eu quando faço barbeques em minha casa, ponho é toalhas daquels de plástico de usar e deitar fora. O mesmo com os talheres, copos e pratos. Nada de loiça. No principio partiram-me muita loiça e eu acabava por me chatear. Assim não partem nada e não tenho que lavar nada também.

beijos
Paulo

Francis disse...

portanto correu tudo bem...os ingredientes todos de um bom barbecue...saiu-te a fava.

;)

Capitão Merda disse...

Isso foi um piquenique ou um safári?

Skynet disse...

lololol Fartei-me de rir com a tua descrição pormenorizada. Mas mesmo assim fiquei com uma dúvida, afinal quantas tolhas de mesa sujas-te com merda de pássaro? lol

VICIO disse...

não tinhas um remo por perto para matar a vespa no nariz do outro?

Paulo disse...

Hahahaha!
Hilário esse post! Muito bom mesmo!

Beijos!

marco disse...

chego a conclusao que és uma grandessissima podre de boa churrasqueira!
4 litros de alcool e nao acende? confessa lá, ja o tinhas bebido misturado na coca cola e tinhas deitado agua para ninguem dar pela falta, ah pois é!!

zzzzzzzzzzzzzzzz, aí vai o abelhudo para te picar!
beijus

The one you know disse...

Wouou wouou??? raaa??? zzzz????
És um espectaculo a usar onomatopeias!

Maria disse...

ahahaahha! brutal. este blog foi-me sugerido por um leitor assíduo e de facto valeu a pena cá vir. ja estás nos meus links! Pode ser?
já agora faço convite para o meu blog:

http://blogdamariah.blogspot.com/

e, quiçá, participar no festanço das 100 visitas. lololol!

conto contigo?

LoiS disse...

Mau feitio:

Party a 29, agora és tu que pode aparecer, mas sem armas ;)

LoiS

Silvia F. disse...

Crestfofo,
O pessoal é bastante preguiçoso e acomodam-se facilmente!! Verdade seja dita, a casa é dos meus pais, não quero ninguém a meter as patas e fazer ainda mais porcarias :))))

Nuno,
Quando ajudam ainda complicam mais. É melhor ficarem quietos :)
Bjs

Jotabloguer,
Muitos quando sentam-se parece que ficam com o cu colado à cadeira! Mas com estes, é melhor assim! :)
Figura de ursa faço eu quando esgotam-me as desculpas para ficar em casa sossegada. Beijo Jorge!

Casemiro,
Queres desenvolver e desabafar ;)))) Estou contigo!

Ah e tal(c),
É divertido visto de fora! :)))
Da próxima, experimento gasolina... o sabor deve ser excelente, arghhh! Hehehehe
Beijos

Eduardo Ramos,
Pois... não parece pois não? Tenho 2 tipos de amigos, aqueles amigos para a vida (são muito poucos) e os outros. Os outros são estes e geralmente maltratamo-nos mal e porcamente. É melhor nem dizer os nomes para não afectar mentes mais sensíveis. É uma forma estranha de dizer que gostamos de estar uns com os outros hehehehe

Xá,
1º Na verdade ainda não tenho a certeza da dureza dos cornos mas vem por correio um bastão extensível utilizado pelos polícias para averiguar. O pior disto é que é verdade... vizinhos? É a pior coisa.
2º Bem pensado, esse cromo ainda existe?? Hahahaha
3º Isso de adorar vespas... tem que se lhe diga!!

Sandra,
Oh môr, autêntico jardim zoológico! Burros, camelos, bois e vacas hehehehe
Tratamo-nos tão bem!! hehehehe
Beijosssss

Paulo,
É uma óptima ideia e é o que faço mas a mesa estava suja demais...imagina comeres, o vento levantar os plásticos e a toalha de papel e veres porcaria de pássaro... arghhh!!
Beijos

Francis,
Correu lindamente, blerghhh! :)))
Hás-de me dizer porque raio não consigo postar no teu blogue!! Está mal... :(

Capitão,
Safári, sem sombra de dúvida! :)))

Silvia F. disse...

Skynet,
Hehehehe, não faço ideia!! Quando é que alguém se lembra de obrigar os pássaros a usarem fraldas ou ensiná-los a usarem uma sala de chuto... ahum uma sala de merda para as necessidades?

Vício,
Infelizmente não! Ainda pensei usar um prato mas não queria estragar a loiça. ;))

Paulo,
Obrigado amigo! :)))
Beijossss

Marco,
Hahahaha, és mesmo podre de simpático por dizer uma calamidade destas? Eu, churrasqueira? Era bonito, era!
Eu???? Beber.... coca cola?? Mas por acaso pensas que todos são como tu??? Hein??? :)))
Beijos

The one you know,
Isso foi só para dizer que sabes o que são onomatopeias, não é?? Foi difícil a pesquisa na gramática do 2º ano do ciclo? hehehehehe

Maria,
Assim que puder, vou lá espreitar o teu blog!! Conta comigo!

Lois,
E é isto! É inadmissível ser insultada assim! Mau feitio, eu???
Vou ver no teu blog onde é a party e se for perto apareço com um bastão na mão e uma stungun! Sou contra as armas ;))))

Rafeiro Perfumado disse...

Deste relato decicioso, deixo apenas uma pequena questão:
- como é que sabes a dureza dos cornos do vizinho?

Beijos!

Silvia F. disse...

Rafeiro,
Andas muito surdo! Já disse que em boa verdade não sei mas não vai tardar muito saber porque estou à espera de um bastão policial para lhe enfiar nos cornos e sentir a dureza dos mesmos :)))))
Beijosss

Rafeiro Perfumado disse...

Tens toda a razão, é a minha mania de não ler os comentários anteriores para não me deixar influenciar. Vá, bastão nos cornos do vizinho e no rafeiro, para ele aprender...

Silvia F. disse...

Bastão no rafeiro é que não!! Já agora não precisas de uma tosquiadela? hehehehe